Categorias
Revista-pt

O que é a Igreja Presbiteriana?

Horóscopo chinês 2023 ano do coel...
Horóscopo chinês 2023 ano do coelho de água preta

O que é a Igreja Presbiteriana? Quando nos referimos a uma igreja presbiteriana, estamos falando de uma democracia representativa que é governada por presbíteros eleitos pela congregação.

A autoridade reside nos representantes que são devidamente eleitos em cada um dos órgãos de governo da igreja. A sessão é o corpo governante da igreja local.

O que é a Igreja Presbiteriana?
O que é a Igreja Presbiteriana?

As sessões locais e o trabalho diário da igreja são supervisionados por:

Diáconos, que são escolhidos para liderar o ministério caritativo e temporal da igreja; e por curadores, que são selecionados em algumas igrejas com o propósito de administrar os assuntos financeiros, de propriedade e legais da igreja.

Por outro lado, a estrutura geral da igreja é composta por 4 órgãos de governo, que são descritos abaixo:

Consistório, este é o órgão do governo local onde são eleitos os presbíteros e ministros ordenados ou oradores, todos eleitos pela congregação.

Presbitério, são os ministros ou presbíteros que pertencem a congregações que costumam supervisionar várias igrejas.

Sínodo, são os representantes eleitos em cada presbitério para supervisionar vários presbitérios.

Assembleia Geral, este é o órgão de governo nacional, composto por igual número de leigos e clérigos eleitos pelos presbitérios.

Igreja Presbiteriana Ortodoxa

No caso dessas igrejas, elas são uma espécie de confessionário presbiteriano, que recebe esse nome especialmente na parte norte dos Estados Unidos.

Esta igreja foi fundada por membros conservadores da Igreja Presbiteriana (PCUSA) nos Estados Unidos da América, que se opuseram à teologia modernista na década de 1930.

Igrejas presbiterianas ortodoxas podem ser encontradas em toda a América do Norte e em muitas comunidades de tamanhos variados. Em todos eles o amor de Deus e a relevância da mensagem de Cristo são demonstrados.

Tudo para resgatar a sociedade que está dominada pelo materialismo vão, pelo pecado e pelos relacionamentos rompidos. Através do ensino fiel, os membros desta igreja são capazes de crescer espiritualmente.

Isso porque obedecem às leis de Deus, pois essa obediência o agrada. Assim, eles não apenas recebem a palavra de Deus, mas se esforçam para aplicá-la em suas vidas.

Igreja Presbiteriana Reformada

Esta Igreja Presbiteriana Reformada tem missões e congregações no Japão, Canadá e Estados Unidos. Graças às suas crenças que foram formuladas através da adesão à RP Global Alliance e à Igreja Presbiteriana Reformada, eles a posicionam como a ala conservadora das igrejas protestantes.

Graças às suas crenças que foram formuladas através da adesão à RP Global Alliance e à Igreja Presbiteriana Reformada, eles se posicionaram como a ala conservadora das igrejas protestantes.

A principal suposição das igrejas reformadas é que o único cabeça da igreja é Jesus Cristo ressuscitado. É por isso que nenhum grupo de elite é destacado, nem qualquer pessoa especial que tenha recebido por revelação direta ou por imposição de mãos, alguns poderes extraordinários de autoridade.

As doutrinas desta igreja são tradicionalmente determinadas por alguns princípios, tais como: escritura, salvação pela graça mediante a fé em Jesus Cristo, a soberania de Deus e o chamado para sermos pessoas de transformação no mundo.

O culto nesta igreja é digno, metódico e simples, onde ouvir e pregar a palavra de Deus é muito importante e se destaca. Nestas igrejas presbiterianas reformadas, a Eucaristia raramente é celebrada semanalmente, uma vez que as celebrações eucarísticas mais comuns são realizadas mensalmente.

Que religião é praticada na igreja presbiteriana?

A denominação presbiteriana é uma forma de cristianismo organizada democraticamente com o objetivo de abraçar a fé comum de todos os cristãos.

Presbítero no Novo Testamento significa presbítero e se refere ao costume de escolher democraticamente conselheiros e líderes entre os membros mais sábios da igreja.

Entre as características exigidas para ser um presbiteriano estão:

  • Confessar fé em Cristo
  • Confie em Cristo como nosso Salvador e perdoador.
  • Prometa seguir a Cristo e seu exemplo de vida.
  • Assuma o compromisso de frequentar a igreja.

De onde veio a Igreja Presbiteriana?

A história da Igreja Presbiteriana remonta ao século XVI pelas mãos do reformador francês João Calvino e do líder da Reforma Protestante Escocesa John Knox, este último empreendeu esforços incansáveis ​​que conseguiram transformar a Escócia no país mais calvinista do mundo e também o berço do presbiterianismo moderno.

Por exemplo, nos Estados Unidos, a origem da igreja presbiteriana deriva dos presbiterianos da Irlanda e da Escócia, juntamente com a influência dos emigrantes reformados alemães e holandeses, bem como huguenotes franceses.

Os cristãos presbiterianos não estão unidos pela grande denominação, mas pela associação de igrejas independentes.

Vale ressaltar que João Calvino foi treinado como padre católico e posteriormente convertido ao movimento reformista. Mais tarde, ele se tornou um teólogo revolucionário e ministro da igreja cristã na América, Europa e no resto do mundo.

Os pensamentos de Calvino eram dedicados a alguns assuntos práticos como: a igreja, o ministério, a vida cristã e a educação religiosa. Ele foi até forçado a liderar a Reforma de Genebra na Suíça.

O conselho da cidade de Genebra para 1541 promulgou as ordenanças eclesiásticas de Calvino, que estabeleceu regulamentos em assuntos relacionados à ordem da igreja, jogos de azar, danças, treinamento religioso e até juramentos.

Medidas disciplinares estritas foram decretadas pela igreja para lidar com pessoas que violassem essas ordenanças.

Crenças da Igreja Presbiteriana

Para os presbiterianos fiéis, as seguintes crenças são apresentadas no Livro das Confissões:

  • A Trindade: confiamos no Deus trino, o Santo de Israel, a quem somente nós adoramos e servimos.
  • Jesus Cristo é Deus: Confiamos em Jesus Cristo, totalmente humano, totalmente Deus.
  • A Autoridade das Escrituras: Nosso conhecimento de Deus e do propósito de Deus para a humanidade vem da Bíblia, particularmente o que é revelado no Novo Testamento através da vida de Jesus Cristo.
  • Justificação pela graça através da fé: Nossa salvação através de Jesus é um presente generoso de Deus para nós e não o resultado de nossas próprias realizações.
  • O sacerdócio de todos os crentes: É tarefa de todos, ministros e leigos, compartilhar esta boa notícia com o mundo inteiro. A igreja presbiteriana é governada por uma mistura de homens, mulheres, leigos e clérigos em todos os níveis.
  • A soberania de Deus: a autoridade suprema em todo o universo é Deus.
  • Pecado: O ato reconciliador de Deus em Jesus Cristo expõe a maldade nos homens como pecado aos olhos de Deus. Todas as pessoas estão sujeitas ao julgamento de Deus e desamparadas sem qualquer perdão. No amor, Deus assumiu o julgamento e a morte vergonhosa em Jesus Cristo, para levar os homens ao arrependimento e à nova vida.
  • Batismo: Para adultos e crianças, o batismo cristão marca a recepção do mesmo Espírito por todo o seu povo. O batismo nas águas representa não apenas a purificação do pecado, mas também uma morte com Cristo e uma alegre ressurreição com ele para uma nova vida.
  • A missão da Igreja: reconciliar-se com Deus é ser enviada ao mundo como sua comunidade reconciliadora. A esta comunidade, a igreja universal, é confiada a mensagem de reconciliação de Deus e participa na sua obra de curar as inimizades que separam os homens de Deus e uns dos outros.

Crenças mais importantes para presbiterianos

O batismo

A maioria dos presbiterianos tende a acreditar no batismo como uma celebração ou como uma renovação da aliança com a qual Deus uniu seu povo consigo mesmo. Podemos dizer que é uma das primeiras e mais importantes celebrações da prática presbiteriana.

Através do batismo as pessoas são recebidas na igreja de forma pública, a fim de participarem de sua vida e ministério, neste sentido a igreja é responsável por treinar e apoiar as pessoas no discipulado cristão.

Quando o batismo é para crianças, a congregação e os pais são especialmente obrigados a nutrir as crianças nesta fé cristã, que em última análise as leva através de uma doutrina a ter uma resposta pessoal ao amor de Deus que se manifesta no batismo.

a comunhão

Quando se trata de comunhão, os presbiterianos se reúnem para adorar, orar, louvar a Deus e desfrutar da comunhão de outros e receber instruções através dos ensinamentos da palavra de Deus como católicos e episcopais.

Da mesma forma, praticam o ato de comunhão; todos os membros da igreja consideram este ato solene, mas alegre; que simboliza a celebração da mesa do seu Salvador e a reconciliação com Deus e entre si.

Conclusão e Resumo O que é a Igreja Presbiteriana?

A relevância da autoridade do papa e o estabelecimento de um governo piramidal na igreja foram alguns dos fatores que provocaram a Reforma Protestante no século XVI. Este movimento também teve uma influência significativa na Escócia; país onde surgiu a igreja presbiteriana.

Algumas das ideias protestantes do calvinismo foram ouvidas por John Knox, um padre católico escocês que decidiu viajar para Genebra para conhecer pessoalmente João Calvino e aprender com ele.

Voltando à Escócia, Knox começou a pregar os princípios que rejeitavam os abusos cometidos pela igreja romana e logo se tornaram muito populares. Seus esforços deram frutos e, finalmente, em 1560, a igreja presbiteriana foi oficialmente estabelecida. História da Igreja Presbiteriana.

Edições 2021-22

leia também: significado bíblico de 5050; Tadeu na Bíblia