Categorias
Revista-pt

Alquimia significado espiritual

Introdução: Alquimia significado espiritual é única como seu nome. A alquimia mística é uma prática antiga com o objetivo de alteração divina, não material. Por outro lado, a alquimia foi uma ciência mágica precursora da química moderna.

Foi iniciado durante todo o período primitivo e procurou transformar metais básicos, como o chumbo, em ouro. A alquimia era praticada por pessoas que queriam alcançar a prosperidade material e por aqueles que buscavam um remédio universal para a imortalidade.

Alquimia significa espiritual
Alquimia significa espiritual

A alquimia divina é a filosofia mais antiga que usa o símbolo de transformar metais em ouro para alcançar a iluminação mística. É usado para alcançar contentamento, acordo e atenção plena, liberando o espírito do comportamento adquirido.

O personagem compreende a parte inautêntica do eu, contando suas crenças, ideias, opiniões, injúrias, dúvidas e medos. Desta forma, a transformação do chumbo em ouro simboliza o procedimento de auto-realização e renascimento divino.

O que é Alquimia espiritual?

Alquimia significado espiritual. A alquimia mística está alterando e refinando sua alma para descobrir seu verdadeiro eu. Uma parte essencial desse processo é eliminar os fragmentos de seu comportamento que o impedem de ver seu verdadeiro eu, incluindo seu ego, crenças preventivas e razões.

Tempos antigos da alquimia

O papel árabe no banquete da alquimia é importante; numerosos livros sobre alquimia foram traduzidos do grego para o árabe antes de serem apresentados aos espectadores europeus.

Em seu livro “Magic and Witchcraft”, o historiador Nevill Drury registra que “Supõe-se que a palavra alquimia deriva de uma palavra egípcia, ‘chem’ ou ‘hem’, que significa preto, uma referência à terra aluvial negra que cerca o Nilo. Sabemos que a palavra grega ‘quimo’, que significa fundir ou fundir metais, se reconheceu em árabe como ‘al Kimia, da qual a alquimia é derivada.

7 Estágios da Alquimia que significa espiritual

Seguem-se sete estágios da Alquimia espiritual que são brevemente explicados aqui.

Calcinação:

Estamos quebrando nossas personalidades, dúvidas, comportamento de longa data e arrogância para que possamos voltar à nossa Dissolução:

Cativar um palco para trás e nos detectar, qualidades otimistas e indesejáveis, e não nos permitir basear nossa inteligência de ser em qualquer coisa.

Separação:

Praticamos pensar e sentir dividindo nossas opiniões e sentimentos confiáveis de pensamentos e sentimentos. Isso nos permite ver a nós mesmos de forma mais óbvia e investigar profundamente nosso trabalho de sombra.

Conjunção:

Estamos permitindo que nossos pensamentos inconscientes venham à tona para que possamos detectá-los com atenção plena.

Fermentação:

É o estágio principal no processo de renascimento. É a expiração de nossas velhas opiniões, padrões e crenças. E as fases iniciais do nascimento de nosso eu superior em tempo de paz interno, inativo e auto-exame.

Destilação:

Um nível profundo de refinamento exige que procuremos a paz mais íntima na rotina de nossas vidas diárias. Esta fase também é conhecida como estado de clarificação.

Coagulação:

Nesse estado, o mundo não é mais distinto da mente interior ou do realismo espiritual, mas sim uma imagem dela.

Alquimia física a mística

A alquimia medieval tem raízes no Egito, espalhando-se desta zona para a Europa. Enquanto isso, a alquimia tem sido frequentemente definida como “Conversores Ars Laboriosa Humiditate Ignea Metala em Mercúrio”, mencionando a alteração da umidade do fogo em mercúrio. Em outro sentido, é a habilidade de transformar chumbo em ouro.

Na alquimia mística, isso é considerado como transformar o “chumbo” de um ser em “ouro” divino. Os alquimistas costumavam expressar a anatomia mágica humanóide. O vigor que envolve o corpo que ultrapassa seus limites é reconhecido como “aura”, e as ligações nervosas em um nível delicado, freqüentemente chamadas de “chacras”, são dois exemplos dessa anatomia secreta. A anatomia mágica é um tipo de anatomia humanóide que não é evidente.

Alquimia espiritual na tradição hindu

O costume hindu define três principais canais animados: o Ida, o Pingala e o Sushumna. Além disso, afirma três porções com ligações entre elas que formaram a mente humana. Essas partes são a mente sensorial, a mente intermediária e a mente interior.

O costume hindu também fala de certas “idades da humanidade”. Estes eram os Krita Yuga quando os indivíduos costumavam ser místicos e inocentes. A Treta Yuga, quando a informação inicia a perda de luz; o Dwapara Yuga, quando as batalhas começam. A Kali Yuga (Idade do Ferro) é quando as pessoas exigem alteração interior devido ao distanciamento de comportamentos negativos graciosos e emergentes.

A Pedra Filosofal e o Laboratório de Alquimistas

A Pedra do Pensador, o Lapis Philosophorum, é supostamente uma pedra com uma forma de cubo perfeita. Na alquimia divina, é o sinal da força interior que entrega a excelência. A Magnus Opus, a Grande Obra, significa a jornada desde o estágio inicial até alcançar a fase final, praticando o conhecimento alquímico.

Antes do aparecimento dos alquimistas medievais, a ideia exemplificada pela Pedra Filosofal, conhecida como Tosão de Ouro, levou os Argonautas a olharem para inúmeros monstros. A Pedra Filosofal deve ser obtida refinando o mercúrio.

Ao completar a Grande Obra, o alquimista recebe o Donum Dei, o Dom dos Deuses, ou seja, a capacidade de compreender os mistérios da vida e da morte. Essas consequências na opção de ir além dos limites do sadio e pecaminoso.

Mystical Alchemy está transformando chumbo em ouro

O exemplo mais citado de alquimia física é a alteração de chumbo em Ouro. É uma grande metáfora para definir a alquimia espiritual.

Estamos eliminando as impurezas do nosso comportamento de ‘liderança’ para criar algo muito mais valioso e estimado.

Você nasceu puro

Referindo-se à teoria da alquimia mística, somos inatos com almas puras que se unem apenas para amar. Isso esclarecerá por que os bebês não têm incertezas ou visões limitantes. Inapropriadamente, à medida que envelhecemos, ficamos desprotegidos das impurezas, que provocam o desenvolvimento do ego, insegurança, choque e sentimentos negativos.

A alquimia inclui a eliminação de elementos fixos

A alquimia mística é semelhante. A alquimia física inclui a descarga de elementos definidos de suas propriedades físicas estáticas. Em nossa atenção, esses poluentes não cooperativos da alma são partes fixas de nós que não podemos alterar. É por isso que o procedimento pode ser tão problemático.

A alquimia compreende o trabalho duro

Pode-se afirmar que estamos continuamente nos desenvolvendo espiritualmente. No entanto, assim como acontece com os metais físicos, também é verdade que, na maioria das vezes, somos muito firmes em nossos caminhos. É preciso um esforço tremendo da parte do alquimista para fazer uma mudança permanente.

Inúmeras pessoas associam a Alquimia à alteração humana dos metais

Há muitas semelhanças entre a alquimia física e a alquimia mística. A purificação com a remoção de constituintes desnecessários é complexa com ambos.

Supunha-se que a Alquimia espiritual veio antes da Alquimia física

A alquimia física é um ensaio antigo. Você pode até chamar isso de habilidade. As informações que o cercam apenas cresceram ao longo do tempo e mostram um papel enorme em vários setores importantes nos dias de hoje.

Leia também: significado espiritual da esmeralda; Significado espiritual do fluorite; Ángel número 4, que significa, espiritual, angelical, mensaje

Por Nazish Muneer

Excellent writer for topics of human and social sciences, for medical and scientific topics.
Linkedin